15 de outubro de 2014

Força dos Trópicos

Cinco artistas baianos, cinco dedos estrugidos num punho de força, expansão e explosão batem à porta do mundo, marcando uma geração fértil da arte contemporânea. Numa exposição colectiva, cada um expõe o seu universo de vivências, convulsões e desafios estéticos remodelando as bases da arte em diálogo com o humano, oferecendo a sua própria versão para o célebre verso de Terentius "homo sum, homini nihil a me alienum puto" [sou homem e nada do que é humano não me é estranho],






Na próxima 6ª Feira, dia 17 de Outubro pelas 21h30, cinema na MAPA :
"Força dos Trópicos" de Maria João Coutinho e Simion Doru Cristea, um documentário cujo teaser enviamos para aguçar o apetite...
Lá vos esperamos para mais um visionamento seguido de conversa e debate animado.

Mais uma vez, com a presença dos realizadores.
Entrada Livre.

Rua da Junção do Bem, 64 Oeiras.

Informações: 96 27576 48 

Lema para os Renascentistas. Por tal razão, cada espectador torna-se vidente, tendo a oportunidade de se encontrar com ele próprio e ao mesmo tempo com o mundo inteiro, sentir perto o que considerava longe, num enunciado simples: "Força dos Trópicos".