26 de maio de 2015

Albufeira tenta controlar lagarta do pinheiro com ninhos para atrair chapins



















A Câmara de Albufeira implementou um sistema para controlar a proliferação da lagarta do pinheiro, cujos pelos podem provocar reacções alérgicas, através da instalação de ninhos que atraem chapins, pássaros que se alimentam daquele insecto.

Os ninhos artificiais começaram a ser instalados há um ano e meio, existindo actualmente um total de 66 ninhos espalhados por dez escolas do concelho, jardins e também numa unidade hoteleira, disse à Lusa o vice-presidente da autarquia, José Carlos Rolo.

Segundo aquele responsável, este ano, os problemas decorrentes do contacto com a processionária - conhecida como lagarta do pinheiro e que é uma ameaça para a saúde pública -, "foram bastante reduzidos", embora seja "difícil" comprovar se essa diminuição resultou do projeto, uma vez que houve apenas duas nidificações.

O contacto com os pelos da lagarta do pinheiro podem provocar reações alérgicas na pele, olhos e aparelho respiratório, sendo que a altura em que estes insetos descem das árvores em direção ao solo, no início da primavera, coincide com a época de nidificação dos chapins, em que há mais procura de alimento para as crias.

De acordo com Filipe André, chefe da divisão de Ambiente da Câmara de Albufeira, dados preliminares apontam para que a ocupação dos ninhos ronde este ano os 15 a 20%, mas no ano passado registou-se uma ocupação de aproximadamente 50%.

Segundo o engenheiro do Ambiente, o chapim é "tipicamente urbano" e a sua proximidade aos seres humanos não condiciona a nidificação, contudo, o seu "habitat" está cada vez mais em risco, pelo que o projeto visa também preservá-lo.

A sensibilização das crianças é também um dos objetivos do projeto, que envolveu, desde o início, a participação dos alunos, convidados a registar num caderno as movimentações das aves, disse Fernanda Ludovico, responsável técnica pelo projecto.

Os ninhos têm que ser colocados a dois metros de altura e com a entrada virada a norte, com o tamanho certo para a entrada de chapins e não de outras espécies maiores, explicou à Lusa um dos técnicos responsáveis por vistoriar os ninhos.

Para espreitar o que se passa no interior dos ninhos, Luís Dâmaso utiliza uma vara com um espelho inclinado, embora esteja a ser equacionada a instalação de câmaras de microfilmagem para monitorizar a situação.

A processionária é um insecto desfolhador dos pinheiros e cedros que pode, em determinados estádios do seu desenvolvimento, provocar danos nas árvores e graves problemas de saúde em humanos e animais domésticos, quando se situam perto de locais habitados ou frequentados pela população.

O projecto Chapim resulta de uma parceria entre os serviços de Ambiente, Higiene Urbana e Espaços Verdes da Câmara de Albufeira e o Parque Natural da Ria Formosa.

Diário Digital com Lusa

Timple



El timple es un instrumento musical de cuerda pulsada, que consta de 5 cuerdas y que es típico y originario de Canarias.
Al estilo de otros instrumentos de cuerda, especialmente de Sudamérica, como el cuatro venezolano, el timple posee unas dimensiones reducidas, de unos 38-40 centímetros aproximadamente. 
Generalmente son de cinco cuerdas, si bien en algunos casos de cuatro cuerdas. La caja de resonancia estrecha y abombada por debajo se denominada joroba y le da al instrumento la denominación de "camellito sonoro". 
La afinación del timple puede ser variante dependiendo de para qué se use y quién sea el intérprete, pero la afinación más usada del instrumento es RE, LA, MI, DO, SOL.
Tiene un origen incierto, con diversas influencias europeas y americanas. En la actualidad está presente en todas las Islas Canarias, siendo parte integrante esencial de las agrupaciones del Archipiélago, si bien históricamente ha tenido un uso más extendido en las islas orientales de Gran Canaria, Fuerteventura y Lanzarote, siendo menos utilizado en las restantes y casi desconocido en las islas de El Hierro y La Gomera (que mantuvieron los instrumentos musicales más ancestrales como son el pito, la chácara y el tambor).
En sus inicios era un instrumento de acompañamiento en las parrandas de tocadores, y solo se solía tocar rasgueando las cuerdas. 

Con el paso del tiempo se fueron desarrollando diferentes patrones de rasgueo en cada isla. Antiguamente se podía saber de dónde era un tocador por cómo rasgueaba el Timple, pero en la actualidad los solistas del Timple (timplistas) tocan una mezcla de punteos, arpegios y rasgueos.

Portal permite identificação online da flora portuguesa


Um portal de internet permite a identificação de flores recolhidas nos passeios pelo campo em Portugal, apenas sendo necessário que o utilizador responda a questões sobre o número de pétalas, como estão unidas e qual a cor.

O portal flora-on, gerido pela Sociedade Portuguesa de Botânica (SPB) e com o endereço em http://www.flora-on.pt/, sistematiza informação fotográfica e geográfica da flora portuguesa, contando com mais de duas mil espécies catalogadas e cerca de 199 mil registos geográficos.

Responsável pela coordenação do portal, Miguel Porto disse à agência Lusa que o projeto interativo tem cerca de três anos e está em contínua atualização.

"Começou entre conhecidos", acrescentou o também presidente da SPB, sublinhando que se "aceitam colaborações de qualquer pessoa".

Menos experiência na recolha de um planta obriga a que os voluntários submetam fotografias, além das coordenadas do local da observação, para melhor confirmação da espécie e rigor da informação, acrescentou.

Entre as várias funcionalidades do portal, Miguel Porto destacou a identificação das espécies "feita de forma interativa e fluída", ao bastar que a pessoa vá indicando quais as características que observa no exemplar, cujo nome desconhece.

Um processo que se desenvolve "sem utilizar vocabulário muito técnico", para que seja acessível à maior parte das pessoas, notou o responsável, referindo haver registo quer de plantas naturais de Portugal, quer exóticas.

As observações das plantas no terreno constroem, ainda, um mapa e o calendário de florações.

"Se indicarmos um local concreto, com coordenadas, vai cruzar com os dados de observação e revelar qual a espécie que já foi observada na área", comentou Miguel Porto, segundo o qual a SPB conta com pessoas de "todas as formações e idades".


No horizonte está a criação de uma aplicação para dispositivos de comunicação móveis, mas a "prioridade é melhorar o site", disse.

Entre os principais utilizadores estão professores e estudantes dos ensinos secundário e universitário, nomeadamente nas aulas de biologia.

O site agrega ainda dados bioclimáticos de plantas, como a distância à costa, a temperatura mínima e o índice de continentalidade.

24 de maio de 2015

É De Fones!


1ª Edição - Lisboa

Invasão da Baixa Pombalina por instrumentos musicais tradicionais

500 tocadores de instrumentos musicais tradicionais, acompanhados pelos Gaiteiros de Lisboa, como grupo embaixador e Amélia Muge como guardiã de todos os fones, invadem a Baixa Pombalina para celebrar de forma original as sonoridades, técnicas e formas de execução das quatro famílias de instrumentos que fazem parte da nossa paisagem sonora:
Cordofones (instrumentos de corda), Aerofones (instrumentos de sopro), Membranofones (instrumentos de percussão), Idiofones (instrumentos de vibração), todos juntos como nunca os (ou) viu.

Partindo de quatro praças distintas |15h30 - Praça da Alegria e dos Cordofones, Praça do Comércio e dos Aerofones, Praça Luís de Camões e dos Membranofones, Praça do Martim Moniz e dos Idiofones - em desfile rumo ao Rossio de todos os fones, num espectáculo sonoro singular e revelador da nossa identidade e da riqueza do nosso Património Cultural Imaterial (PCI).

A Fundação INATEL, cumprindo a sua missão de entidade responsável pela salvaguarda do PCI, promove a 1ª edição do É DE FONES! consagrado à valorização do património musical coletivo, com a participação de músicos, profissionais e amadores, tocadores populares, professores e alunos de música, concretizando-se numa verdadeira invasão da cidade pelos instrumentos musicais tradicionais, enriquecida pela diversidade sonora do território português.



Aromas do Valado


El arte de vivir el Flamenco de Silvia Perea y Paco de Dios

23 de maio de 2015

Anneleen Lenaerts



Anneleen Lenaerts

'Helena' French accordion music

ΦΩΝΕΣ ΤΙΜΠΡΑΝΤΟ.wmv

no comments

A si canta Ecija,vado del quema 2015 - Andalucia

El arte de vivir el flamenco de Vicente Soto Sordera

64º Championnat Mondial des Oiseaux d´Elevage


Spanish timbrado canary from Greece

Músicas do FC Porto

Canticos do Benfica

Sporting

Italian football fans : "Ti amo" by Umberto Tozzi

Football hooligans singing song

Hoje e amanhã na casa da musica .....


Pedro Jóia, la mejor guitarra portuguesa



Luis Guerreiro



Luis Guerreiro

Sounds from web

17 de maio de 2015

Sounds from web

Azulejo português vai candidatar-se a Património da Humanidade

A Direção-Geral do Património Cultura vai preparar a candidatura do azulejo português a Património da UNESCO, divulgou a Secretaria de Estado da Cultura.
A Direção-Geral do Património Cultural vai preparar a candidatura do azulejo português a Património da Humanidade da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e Cultura (UNESCO), divulgou a Secretaria de Estado da Cultura.
O anúncio foi feito pelo secretário de Estado, Jorge Barreto Xavier, ao fim da tarde de quarta-feira, no Museu Nacional do Azulejo (MNAZ), durante a cerimónia de inauguração da sala Manuel dos Santos, um dos pintores mais destacados na área da azulejaria em Portugal.
De acordo com a SEC, a candidatura será preparada pela DGPC em parceria com o Laboratório Nacional de Engenharia Civil e a Comissão Nacional da UNESCO/Ministério dos Negócios Estrangeiros.
O azulejo português surgiu no século XVI, quando entraram em Portugal os azulejos hispano-mouriscos produzidos na Andaluzia, “que, no nosso país, passaram a ser utilizados de uma maneira original, criando uma arquitectura ilusória”, recorda a SEC em comunicado.
A partir daí foram sendo criados vários padrões e estéticas diferentes com utilizações variadas: no século XVIII o azulejo foi utilizado sobretudo no interior de edifícios históricos, enquanto no século XIX passou para as fachadas.
No século XX, o azulejo entrou na arte urbana, por ser utilizado em vários espaços da modernidade, como aeroportos, estações de metro ou de comboio e viadutos rodoviários.
“O azulejo português, ao longo dos últimos anos, tem vindo a ganhar destaque a nível internacional, servindo de inspiração, nomeadamente, a muitos costureiros e designers e está cada vez mais presente um pouco por todo o espaço lusófono”, sustenta a tutela, para justificar a candidatura.
O MNAZ está instalado em Lisboa, no antigo Mosteiro da Madre de Deus, fundado em 1509 pela rainha D. Leonor, cujos espaços arquitectónicos se encontram integrados no circuito de visita do museu
O acervo do museu remonta ao século XV, tendo sido sucessivamente enriquecido com novas peças que estabelecem um percurso entre a azulejaria arcaica, da segunda metade do século XV, e a produção azulejar contemporânea.


in observador.pt

15 de maio de 2015

Portugal And Spain Sizzling In Record Heatwave

Spain heat map released by AEMET



Summer arrives even earlier than usual as southern European countries swelter in temperatures usually seen later in the year.


Temperatures are soaring in Portugal and Spain, smashing previous records for May.

Thermometers in the countries are currently hitting levels usually seen in midsummer.

Spain's meteorological agency says the eastern town of Xativa recorded 42.9C (109.2F) on Thursday.

Its previous May record was set almost a decade ago: 40.1C (104.2F) at Cordoba Airport in 2006.

In Portugal, the southern city of Beja sweltered in record-breaking 40C heat on Wednesday.

The previous May high in Portugal was 39.5C (103.1F) four years ago.

The stifling heat also reached as far as Spain's Canary Islands in the Atlantic Ocean.

Temperatures climbed to 42.4C (108.3F) at Lanzarote Airport on Wednesday.

During the heatwave, a large fire broke out in Pego, in the eastern Spanish province of Alicante.

Valencia regional President Alberto Fabra said it was started by stubble burning and fanned by warm weather conditions.

He said a wind change would help firefighters bring the fire under control.









9 de maio de 2015



A armadilhagem fotográfica é uma metodologia que permite perceber o impacto da actividade humana nas populações de fauna. É também através desta técnica que procuramos assegurar a sustentabilidade e o equilíbrio dos ecossistemas.

Camera trapping is a method that allows us to measure the impact of human activity on fauna. Using this technique we also seek to guarantee the sustainability and balance of ecosystems

8 de maio de 2015

Festival Terras Sem Sombra 2015




O Festival Terras Sem Sombra 2015 decorre no Alentejo em oito fins de semana de 14 de Março a 21 de Junho.

Ao todo são oito concertos em igrejas históricas de oito povoações diferentes do Distrito de Beja e outros tantos passeios pela natureza alentejana em lugares de referência do ponto de vista ambiental (praias, rios, charcos, património geológico, observação de aves, etc). Nesta edição, a gastronomia merecerá também destaque no âmbito duma parceria ibérica. O director artístico do festival é o espanhol Juan Angel Vela del Campo, sucessor de Paolo Pinamonti. Ele preparou os concertos da seguinte lista de eventos:

9 Maio 21h30 Igreja Matriz de Santiago do Cacém
António Chaínho - guitarra portuguesa
Carlos Silva - viola
Jürgen Ruck - guitarra
O Tempo e o Modo: Diálogos entre Guitarras

7 de maio de 2015

Concentração de dióxido de carbono na atmosfera bate recorde em Março


A concentração de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera atingiu um nível recorde em março, mais um sinal evidente do aquecimento global, informou hoje a agência norte-americana para os Oceanos e a Atmosfera (NOAA, na sigla em Inglês).

Em Março, a concentração mundial média mensal do CO2 na atmosfera ultrapassou pela primeira vez o patamar das 400 partes por milhão (ppm).
A concentração de CO2 na atmosfera é medida em termos de partes por milhão, isto é, quantas moléculas de CO2 existem por milhão de moléculas de ar seco, ou seja, depois de o vapor de água ter sido removido.
Diário Digital / Lusa

Quase 80% de Portugal continental em situação de seca meteorológica moderada


Quase 80% de Portugal continental encontra-se em situação de seca meteorológica moderada e 3,4% do território regista seca severa, de acordo com o boletim climatológico de abril do Instituto Português do Mar e da Atmosfera.
O boletim hoje disponível na página do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) na Internet indica que «a 30 de abril, e segundo o índice meteorológico de seca (PDSI), verificou-se um aumento significativo da extensão e da intensidade da seca meteorológica, estando cerca de 17,6% em seca fraca, 79% em seca moderada e 3,4% em seca severa».
O IPMA adiantou que nos últimos cinco meses os valores da quantidade de precipitação mensal têm sido sempre inferiores ao normal, pelo que se mantém a situação de seca em todo o território do continente, sendo as regiões do norte e centro as mais atingidas.

Dá-me uma gotinha de Agua

6 de maio de 2015

5 de maio de 2015

El arte de vivir el Flamenco de Fernando Ramirez Caferacla

Jan Aarden: El colombófilo.





















En un principio los resultados deportivos de Jan Aarden no eran, ni consistentes, ni de gran nivel. Por aquellos tiempos Jan Aarden era propietario y dirigía con su esposa el Hotel Aarden en Steenberger. También trabajaba de bibliotecario. El Hotel Aarden todavía existe y es visitado por muchísimos aficionados del mundo entero.


La gran pregunta es: ¿De donde vinieron las palomas que dieron origen a la raza Jan Aarden?, La pregunta es clara y simple: Piet de Weerd, (Nacido en Oude Tonge y viviendo en Brabant/Breda). Piet de Weerd lo puso en la correcta dirección y aconsejó a Jan Aarden donde comprar buenas palomas. Jan Aarden tuvo la inteligencia y la paciencia para, con esas palomas construir su mundialmente famoso palomar.



Las palomas que construyeron el famoso palomar tienen su origen en el palomar de Oomens (Delbar-Degufroy) ; Maurice Delbar, (oa Vía dusarduijn y Wagemaker), Stichelbaut y Meesters (De Zesebtachtig maal het zilvervosje). Y mas tarde Burgermeester Boels, este fue el pilar central del palomar.

Porque llegó a ser tan famosa la raza Jan Aarden después de casi 50 años después del gran periodo de éxito de su propio palomar? Bueno un poco de relaciones públicas y una docena de aficionados de éxito en los alrededores de Steenberger que fueron grandísimos competidores con palomas directas del palomar de Jan Aarden e incluso algunos construyeron su propio cultivo de basados en palomas de Jan Aarden.

...para terminar esta corta biografía de un grande...un detalle:
(el moño una característica de consanguiniedad JA)...es típico.

Rihanna’s canary yellow gown steals the show at Met Gala 2015!



New Delhi: Trust only Rihanna to turn heads wherever she goes. She leaves everyone stunned with her bold style statement.

The singer arrived at the 2015 Met Gala in a canary yellow gown that was sweeping along the way as she walked the red carpet and took to the steps to pull her long giant gown along with her.

Well, the stares and stairs were all reserved for RiRi.

The pop singer certainly stole the thunder from the likes of George and Amal Clooney, Lady Gaga, Madonna along with others who turned up for the Metropolitan Museum of Art Costume Institute Gala 2015 celebrating the opening of ‘China: Through the Looking Glass,’ in Manhattan

Rihanna’s embezzled gown matched with theme as she arrived in Chinese couture designer Guo Pei. And to top it all the 27 year-old had a perfect matching yellow fur shrug draped over the gown.


She reminded many of the canary bird, didn’t she?