8 de fevereiro de 2016

Fado vai "reinar" durante seis meses em Ponte de Sor



O fado vai «reinar» durante seis meses em Ponte de Sor, no Alto Alentejo, durante um festival dedicado à canção nacional, que conta com seis espetáculos e um concurso para promover «novas vozes».

A primeira edição do Festival do Fado do Alto Alentejo é promovida pelo Elétrico Futebol Clube, de Ponte de Sor, no distrito de Portalegre, com o apoio do município.

“A ideia surgiu entre amigos e como o clube é muito eclético, com muitas atividades, resolvemos realizar este festival como forma de captar verbas para combater o passivo" da instituição, disse hoje à agência Lusa o presidente do Elétrico Futebol Clube, José Carlos Lobato.

Segundo o dirigente desportivo, que está a cumprir o seu primeiro mandato (desde 2014), a situação financeira do clube é “ muito complicada”, com uma "dívida grande".

Pelos palcos do Cineteatro de Ponte de Sor e do anfiteatro da zona ribeirinha, espaços escolhidos para acolher o festival, vão passar António Pinto Basto (dia 19 deste mês), Joana Amendoeira (18 de março), José da Câmara (15 de abril), Maria Armanda (20 de maio), Ana Lains (17 de junho) e Custódio Castelo (22 de julho).

A fadista Dora Maria vai ser a “anfitriã” do festival, que conta ainda com a participação, como músicos residentes, de Pedro Amendoeira, na guitarra portuguesa, João Chora, na viola, e Fernando Maia, no baixo.

A iniciativa integra ainda um concurso destinado a promover e incentivar novas vozes, que é dividido em duas categorias: infantojuvenis (até aos 16 anos) e seniores (a partir dos 16 anos).
“Tem existido um bom ´feedback`, as pessoas querem participar também no festival. Nós já temos inscrições de fadistas de várias partes do país, esperamos desta forma que a iniciativa tenha sucesso”, disse.

Diário Digital com Lusa