17 de junho de 2018

Sounds from web

The Mysteries of Gregorian Chant Revealed

Monges Beneditinos de Solesmes

Beneditinos de Solesmes

Canario timbrado Español de Gustavo Dias

The Dead South - In Hell I'll Be In Good Company

Acordeonistas Portugueses - Alberto Dâmaso



Alberto Dâmaso

5 de junho de 2018

Frango da Avó

Doses4Pessoas
Tempo Preparação- 60Minutos
Tempo Cozedura -1 Hora
Tempo passivo+ Tempo para marinar
Instruções de preparação
  1. Arranje as pernas de frango, corte-as ao meio e coloque-as num tabuleiro. Descasque e lave os dentes de alho, pique-os finamente, deite-os numa tigela, junte o caldo de galinha em pedaços e o azeite e amasse bem. Adicione depois o sumo de limão e a paprica, tempere com sal e pimenta e misture bem.
  2. Barre o frango com o preparado anterior, regue depois com a cerveja, junte por cima a margarina em pedacinhos e a folha de louro e deixe marinar durante 20 minutos.
  3. Leve depois ao forno pré-aquecido a 180°C, regando de vez em quando com o próprio molho, durante cerca de 45 minutos ou até que as pernas de frango fiquem bem assadas. Retire do forno e sirva decoradas a gosto e acompanhadas com batatas fritas.

31 de maio de 2018

Moda: "AO ROMPER DA BELA AURORA" (sai a pomba) (G.Coral da Freguesia de ...

Janssens waterslagers

G612-12-56-44-58

Wasserschläger 2017

Wasserschläger

Belgische Wasserschläger wundervoller Gesang

Wasserschläger 2015

Timbrado & Cantor - Gesangsvorführung mit Kommentaren des Preisrichters ...

Wasserschläger - DM 2018 in Bad Salzuflen (Ton auf LAUT stellen!) Kanar...

Timbrado discontinu 2017

Timbrado

Timbrado classico

timbrado

JS Bach Well Tempered Clavier Book I BWV 846-869,Davitt Moroney

Erik Satie - Gymnopédie No.1 ( Orchestra )

Albinoni's Adagio in G minor (Karajan)

João Domingos Bomtempo (1775-1842) - "Sonata nº 2 em Dó, Op.5" album "So...

João de Sousa Carvalho (1745-1798): Stellae in caelis obscurantur

Francisco António de Almeida

Mozart - Ave Verum Corpus, K. 618 (Motet in D)

Sounds from web

28 de maio de 2018

Panados de Frango no Forno


Panados de Frango no Forno

Ingredientes:
  • 2 peitos de frango
  • 2 colheres de sopa de vinho branco
  • 2 colheres de sopa de leite
  • 1 colher de sopa de alho em pó
  • 1 limão
  • 1 ovo
  • azeite q.b.
  • tomilho seco q.b.
  • mistura de 5 pimentas q.b.
  • sal q.b.

Preparação:
1. Numa taça coloque o peito de frango, cortado em filetes finos, e tempere-os com o vinho branco, o leite, o sumo de limão, o alho em pó, sal e pimenta a gosto. Envolva bem e deixe marinar durante 1 hora no mínimo.
2. Num prato fundo coloque o pão ralado e tempere com tomilho, sal e pimenta a gosto. Noutro prato coloque o ovo batido.
3. Passe os bifes de frango pelo ovo batido, retire o excesso e depois pelo pão ralado. Coloque-os num tabuleiro de forno, previamente forrada com papel vegetal. Pincele os panados com um pouco de azeite.
4. Leve-os ao forno, pré-aquecido nos 180 ºC, durante cerca de 10 minutos. Sirva de imediato.

27 de maio de 2018

Corridinho de alvor

Corridinho das Acácias

Corridinho do Algarve

Corridinho do Fundão

OS FERREIROS corridinho,da autoria de José Ferreiro

Corridinho dos Ferreiros

Corridinho de Aviz

Corridinho de Santarém

Corridinho Ribatejano

24 de maio de 2018

Moda: "AO ROMPER DA MADRUGADA" (GC "Vozes do Campo Branco em Cascais")

2º Congresso Internacional das Aves



2º Congresso Internacional das Aves



It’s addressed above all to palaeontologists, prehistorians, archaeologists, archaeozoologists, biologists and historians. In spite of being a congress of scientific nature, it’s also facing the participation of students and, by its scope, is also open to interested and curious about this issue who want to deepen their knowledge.
This congress, organized by Centro Português de Geo-História e Pré-História, at the National Library of Portugal, is divided into general sessions, with chronological and evolutionary orientations, and into thematic sessions, with a more specific character.
Simultaneously, there will be a program of cultural events which will be disclosed in due course.
The official languages of the congress will be Portuguese, Spanish and English. Oral communications in French and Italian will also be accepted, provided these presentations supply texts in one of the official languages.

Esta conferencia tiene como objetivo reunir, con el fin de intercambiar conocimientos, los investigadores han trabajado sobre el origen, la evolución y el uso de las aves por el hombre, como fuente alimenticia o como temática en Artes y en la mitologia. Dirigido sobre todo a los paleontólogos, prehistoriadores, arqueólogos, arqueozoologos, biólogos y historiadores.
Aunque ser un congreso de carácter científico, también se enfrenta a la participación de los estudiantes e, por su alcance, también está abierto al interesado y al curioso sobre este tema que quieren profundizar sus conocimientos.
El congreso, organizado por el Centro de Geo-Portugués Historia y Prehistoria, en la Biblioteca Nacional de Portugal, se divide en sesiones generales, la naturaleza cronológica e de desarrollo, e sesiones temáticas más específicas. Paralelamente habrá un programa de manifestaciones culturales donde se dan a conocer en su debido momento.
Los idiomas oficiales del Congreso son el portugués, español e inglés y es todavía aceptadas comunicaciones en francés y en italiano desde la presentación de textos en uno de los idiomas oficiales.


19 de maio de 2018

The Cinematic Orchestra - Arrival of The Birds & Transformation

Canário de canto

OMA



oma

Tecedeiras - Rancho da Mãe D´Àgua de Bragança

Rancho Mãe d´Água (Bragança) - Do outro lado do rio

Bragança



Brasão de Bragança
Bragança é uma cidade portuguesa, capital do Distrito de Bragança, na região de Trás-os-Montes, no Nordeste de Portugal Nordeste Transmontano), com 21 853 habitantes no perímetro urbano.
É o oitavo maior município português, com 1 173,57 km² de área,[35 341 habitantes (2011) e 39 freguesias.
O município é limitado a norte e leste por Espanha (província de Zamora), a sueste pelo município de Vimioso, a sudoeste por Macedo de Cavaleiros e a oeste por Vinhais.
Em relação às outras capitais de distrito, Bragança é a que se situa mais a norte.
Os celtas baptizaram a cidade, fundada no século II a.C., com o nome de Brigância, que se foi latinizando até passar a ser "Bragança". Este nome é a origem do gentílico mais comum: brigantino. Bragançano também é muito usado. Bragantino e bragançês são pouco usados.

O concelho de Bragança está dividido em 39 freguesias:
  • Alfaião
  • Aveleda e Rio de Onor
  • Babe
  • Baçal
  • Carragosa
  • Castrelos e Carrazedo
  • Castro de Avelãs
  • Coelhoso
  • Donai
  • Espinhosela
  • França
  • Gimonde
  • Gondesende
  • Gostei
  • Grijó de Parada
  • Izeda, Calvelhe e Paradinha Nova
  • Macedo do Mato
  • Mós
  • Nogueira
  • Outeiro
  • Parada e Faílde
  • Parâmio
  • Pinela
  • Quintanilha
  • Quintela de Lampaças
  • Rabal
  • Rebordainhos e Pombares
  • Rebordãos
  • Rio Frio e Milhão
  • Salsas
  • Samil
  • Santa Comba de Rossas
  • São Julião de Palácios e Deilão
  • São Pedro de Sarracenos
  • Sé, Santa Maria e Meixedo
  • Sendas
  • Serapicos
  • Sortes
  • Zoio

Mechanical Orguinette

Rede de Judiarias de Portugal - Bragança





Desde a idade média, reinado de D. Dinis, que a cidade de Bragança acolheu comunidade judaica. À data da expulsão de Espanha em 1492, Bragança, localizando-se numa das cinco fronteiras definidas por D. João II para a recepção aos refugiados castelhanos, terá recebido cerca de 3.000 pessoas que vieram dinamizar o crescimento económico e o ambiente social da cidade. Fábricas de seda, trabalho de curtumes ( junto ao rio Fervença ), diversas actividades artesanais e lojas comerciais foram assim criados. A Rua dos Gatos é um dos locais que terá acolhido a judiaria.


Com a passagem ao tempo dos cristãos-novos, Bragança tornou-se, durante séculos um dos esteios nacionais de uma peculiar realidade de cripto-judaismo: o marranismo português despontou não só na cidade como no distrito. Mesmo no século XX, a partir de 1925, foi recriada a comunidade judaica em Bragança tendo como base cripto-judeus da cidade.


Muitas personalidades de origem bragantina tiveram influência internacional; Isaac Orobio de Castro ( 1620-1687), Jacob de Castro Sarmento ( 1691-1762 ) e o pai do célebre pintor impressionista Camille Pissarro, Abraham Gabriel Pissarro.


Durante o tempo da inquisição, centenas de cristãos-novos de Bragança foram processados por judaísmo.


Bragança e a memória sefardita






















O Município de Bragança tem hoje mais dois espaços fundamentais da sua vida cultural: o Centro de Interpretação da Cultura Sefardita do Nordeste Transmontano e o Memorial e Centro de Documentação – Bragança Sefardita, situados na Rua Abílio Beça, “Rua dos Museus”.


O primeiro reúne a arquitetura de Eduardo Souto Moura e Joaquim Portela com a investigação da Cátedra de Estudos Sefarditas «Alberto Benveniste» da Universidade de Lisboa e a museografia de Ideias Emergentes.


O percurso expositivo mostra ao visitante o peso da História Sefardita no território, construindo uma narrativa que começa na medievalidade, passando pelo peso e pelo lugar das dinastias financeiras brigantinas na Época Moderna, e, ainda, pelos imensos homens de cultura em diáspora, terminando num quadro intenso dedicado à Inquisição.


O segundo espaço, com a arquitetura de Susana Milão e Eurico Salgado, em parceria com a Rede de Judiarias de Portugal – Rotas de Sefarad, complementa e dialoga com o primeiro.


Trata-se de uma abordagem mista - material e virtual. O espaço interior e a luz remetem para a memória. O visitante é acolhido numa sinagoga, mostrando-se didaticamente a dimensão religiosa. O lugar da mulher, os ritos e as festas têm espaço consagrado nos restantes pisos, procurando-se sempre entender a dimensão da vida sefardita na cidade de Bragança.

18 de maio de 2018

Discontinuo E7 BU87 2011 13

Discontinuo amarillo 7 - 2012

DISCONTÍNUO 2012

M.P.nº8

nº4y5 2012

Nº4 2012

nº22 2012

nº13-2012

Museu Abade Baçal em Bragança


Foto de Município de Bragança.

museu-do-abade-de-bacal

Dia Internacional dos Museus

Canario de canto Malinois

5 de maio de 2018

Documentário - O Cante é como eu-Ferreira do Alentejo

Bragança

Image result for Bragança

Moda: "LAVOURA" (antiga), pelo GC "OS ALENTEJANOS", da Damaia.

Canção: "UMA GAIVOTA VOAVA, VOAVA" (Vários grupos corais alentejanos)

Acordeonistas Portugueses - Jorge alves

4 de maio de 2018

Que ar respira na sua cidade? Saiba se mora nas zonas mais poluídas do país


Organização Mundial de Saúde (OMS) indicou 15 cidades portuguesas que se encontram acima do limite máximo de partículas finas inaláveis, correspondentes a 10 microgramas por metro cúbico, num estudo revelado esta semana.
A cidade de Estarreja com 15 microgramas é a cidade que mais sofre com este problema, seguida de Almada e Cascais com 14 microgramas. Lisboa e Porto têm níveis de 13 microgramas, com Albufeira, Faro, Buraca, Algueirão, Ílhavo e Marateca com 12. Por fim, com 11 microgramas encontram-se Aveiro, Chamusca, Vila do Conde e Setúbal.
As partículas minúsculas (PM 2,5) são aquelas que se infiltram mais facilmente no organismo do ser humano, nomeadamente nos pulmões e no sistema cardiovascular e podem provocar doenças que posteriormente levam à morte.

3 de maio de 2018

AvesPT


Nove pessoas em cada 10 respiram ar poluído

Cerca de 7 milhões de pessoas morrem todos os anos devido a poluíção do ar


Nove pessoas em cada 10 respiram ar poluído, anunciou esta quarta-feira a Organização Mundial da Saúde, OMS. A agência da ONU calcula que 7 milhões de pessoas morram todos os anos devido à poluição do ar no ambiente ou dentro das casas. 
O diretor da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse que “a poluição do ar ameaça toda a gente, mas são os mais pobres e marginalizados que carregam o maior fardo. ” Segundo ele, “se não forem tomadas ações urgentes, nunca será possível alcançar o desenvolvimento sustentável. ”

Mortes

A exposição a partículas poluentes causa vários problemas de saúde, como doenças cardíacas, cancro dos pulmões ou infeções respiratórias.
Em 2016, 4,2 milhões de pessoas morreram devido à poluição do ar ambiental. A poluição dentro de casa causou outras 3,8 milhões de mortes. Mais de 90% destes casos acontecem em países em desenvolvimento, sobretudo na Ásia e África.
Este tipo de poluição causa várias doenças não comunicáveis. Segundo a OMS, é responsável por 24% de todas as mortes por doença cardíaca em adultos, 25% de todos os acidentes cardiovasculares, 43% das vítimas de doença pulmonar obstrutiva crónica e 29% de cancro pulmonar.

Regiões

A nível regional, os piores locais do planeta são o Mediterrâneo oriental e o Sudoeste Asiático, onde os níveis ultrapassam cinco vezes as recomendações da OMS. Seguem-se algumas cidades de África e do Pacífico ocidental.
Em algumas cidades de países europeus desenvolvidos, a poluição do ar baixa a expectativa média de vida entre dois a 24 meses, dependendo dos níveis.
Banco Mundial/Kim Eun Yeul
Cairo, no Egito, fica numa das regiões onde os níveis de poluentes são mais altos.

Lares

Cerca de 3 bilhões de pessoas, mais de 40% da população mundial, não têm acesso a formas seguras de cozinhar e aquecer as suas casas.
O diretor da OMS considerou “inaceitável que mais de 3 biliões de pessoas, a maioria mulheres e crianças, ainda respirem fumo mortal todos os dias, devido a usarem fornos e combustíveis poluentes nas suas casas. ”
A recolha de dados sobre qualidade do ar dentro de casas começou há cerca de uma década. Apesar do acesso a tecnologias e combustíveis limpos terem aumentado, a agência da ONU diz que “esse aumento não acompanha o crescimento da população em muitas partes do mundo. ”

Ação

A OMS reúne informação de 4,3 mil cidades, de 108 países. Desde 2016, mais de mil cidades juntaram-se a esta base de dados. Segundo a agência da ONU, isto significa que “mais países estão a medir e a tomar iniciativas para reduzir a poluição do ar do que antes. ”
A diretora do Departamento de Saúde Pública, Ambiental e Determinantes Sociais da Saúde da OMS, Maria Neira, disse que “a maior parte deste aumento aconteceu em países desenvolvidos, mas espera-se um aumento dos esforços de monitorização em todo o mundo. ” 

Sounds from web