13 de julho de 2017

AKTO


A AKTO (Arts & Krafts Technologies) é uma empresa cujas bases resultam de ações criativas de produção, preservação e inovação.
Criar, evoluir e transformar são apenas algumas das ferramentas essenciais, dos serviços de Conservação & Restauro, Design de Produto, e Reciclagem Criativa. 
Um projeto onde as suas áreas, enquanto serviços independentes, igualmente se cruzam, divergem e (re)conetam, na fórmula de novos resultados de produção, restauro e reabilitação, mais dinâmicas, funcionais e eficientes.
No desenvolvimento de artes e ofícios, sob a regra de novas tecnologias, procuramos apresentar resultados de sustentabilidade, interculturalidade, multidisciplinariedade e linguagem universal.


12 de julho de 2017

25º Curtas Vila do Conde


imagem






Em Beja acontece...

Resultado de imagem para Beja

A villa romana de Pisões foi acidentalmente descoberta em Fevereiro de 1967, no decurso de trabalhos agrícolas, tendo as escavações arqueológicas então iniciadas revelado uma villa de grande interesse do ponto de vista do património histórico. 
Subsistem, no Alentejo, inúmeros testemunhos arqueológicos destas estruturas agrárias romanas, designadas por villae, que caracterizam um tipo de ocupação e exploração agrícola do território. 
Nelas, culturas como a da vinha e da oliveira, produção de cereais e de gado, destinar-se-iam ao abastecimento dos mercados de Pax Iulia (designação de Beja na época romana) ou de outras cidades do Alentejo e Algarve, bem como do exército e de coutos mineiros como Vipasca (Aljustrel) e Mina de S. Domingos. Eventualmente, alguns produtos poderiam ser exportados para outras regiões do Império Romano. 

Em Beja deixe-se ficar num dos alojamentos que tem para oferecer

Em Beja pode comer ....





10 de julho de 2017

Características do Canto Cantor Espanhol



As seguintes características são na minha apreciação pessoal do que penso que deve de ser o canto do Cantor Espanhol - Canto Descontinuo.
Uma meta que sempre tem perseguido é a característica do canto do rouxinol.
A sensação de ouvir o canto de um rouxinol que soa ao nosso lado e quando o buscamos, comprovamos que não é assim.
Mais quando nós estamos começando a vê-lo nos o, notamos que seguimos escutando-o com as mesmas características sonoras sem chegar à estridência.

VOZ

  • Brilhante.
  • Tons Médios
  • Ausência de gorjeios /giros estridentes.
  • Ausência de gorjeios/ giros nasais.
SONORIDAD‎‏‎‎‎‏‎‏‏‏‏‏‎‎‎‎‎‏‎‏‎‎‏‏‏‏‏‏‏‎‏‎‎‏‎‎‎‏E
  • Oca.
  • Abundância de harmonia
  •  Duplos gorjeios/giros  (Não se entenda por compuestas/compostos)


DICÇÃO

  • A canção não deve estar apoiada em gorjeios contínuos.
  • Os gorjeios/giros tem que nos dizer claramente, com silencios entre os mesmos.
  • A  estrutura da canção deve estar baseada na repetição de três vezes do mesmo giro/gorjeio e continuar com variações do mesmo. Realizar as mudanças dos gorjeios/giros com ligações do anterior e do novo. 
  • Romper o ritmo com floreios lentos

9 de julho de 2017

István Ruha plays Sarasate-Zigeunerweisen



István Ruha (Stefan Ruha)
was born in 1931 in Nagykároly(Carei) in the Transylvanian Romania in a Hungarian origin family.
He dedicated himself to violin playing from his early childhood,continuing to study it at the High School of Music and finally,the Gheorghe Dima Conservatoire in Cluj-Napoca(Klausenburg) under the guidance of Prof. Ferenc Balogh a pupil of Jenő Hubay.
His subsequent evolution has been quite rapid.
Shortly,István Ruha succeeded to gradually surpass all the violinists of his generation, puzzling the specialty critics and conquering the enthusiastic audiences.Three foremost international contest sanctioned him definitely among the farfames interpretes,granting him top rewards:

-THIRD PRIZE
at the P.I.Tchaikowsky Competition in Moscow
-FIRST PRIZE
at the George Enescu Competition in Bucharest
-SECOND GRAND PRIZE
at the Jaques Thibaud Competition in Paris

These awards opened him the gates towards a rich and intensive violin concert career.He has worked with internationally acclaimed conductors, such as Kirill Kondrashin,Sir John Barbirolli,Carlo Zecchi,Franz Konwitschny,Yevgeny Mravinsky,Anatoli Fistulari,Kurt Masur,Lorin Maazel,Kobayashi Ken-Ichiro,Antonin Ciolan,Iván Fischer and János Ferencsik.
All the fourteen Philharmonics in Romania continually welcome him as a guest-soloist in their concerts,while his tours abroad take place successively,adding each time new laurels to his artistic honours.Beside this,István Ruha also appeared as first violin of the NAPOCA String Quartet wich he created in 1964,succeeding to push them up among the best chamber groups of Romania,and as soloist of Pfilharmonic's Chamber Orchestra in Cluj-Napoca.Moreover,he was a pedagogue as well,mastered the class of violin at the Gheorghe Dima Conservatoire.

As a token of appreciation for his outstanding artistic merits,the Romanian and Hungarian Government granted István Ruha the medal and high title of Merited Artist as well as several other Prizes,Orders,and Distinctions.

8 de julho de 2017

Some sense

Singing in the brain

How singing together changes the brain -TEDxMelbourne

Gaby Moreno



Gaby Moreno

Sounds from Web

The Art of Listening - Music Documentary (2017)






The Art of Listening is a documentary film about the journey music takes to reach a listener’s ear, from the intent of an instrument maker and composer, to the producers and engineers who capture and preserve an artist’s voice. This journey is narrated by intimate conversations with artists, engineers and producers about the philosophy of their work and the intent behind each musical note they create.

5 de julho de 2017

Cuncordu e Tenore de Orose Dillu

AWARDING OF THE GLOBAL FORUM FOR RURAL INNOVATION PRIZE


Valorizar o empreendedorismo verde é uma das grandes prioridades do Município de Idanha-a-Nova, espelhada no Programa Idanha Green Valley, que integra a Estratégia Recomeçar.
O III Fórum de Inovação Rural acontece no momento da XXI Feira Raiana e tem um propósito de valorização de experiências empresariais inovadoras que potenciam a criação de riqueza e desenvolvimento sustentável no mundo rural. Nesta edição, ocupa um espaço de destaque na Feira Raiana: o Pavilhão da Inovação.
De 26 a 30 de Julho de 2017, o evento, organizado em conjunto pelo Munícipio de Idanha-a-Nova, o Ayuntamiento de Moraleja e a Diputación de Cáceres, é a oportunidade de divulgar, desenvolver e premiar a atividade empresarial, as boas práticas de sustentabilidade, as relações transfronteiriças e a inovação tecnológica no mundo rural.
O Prémio Forum de Inovação Rural visa incentivar e reconhecer o potencial e os casos de sucesso de empresas da região EUROACE (eurorregião Alentejo - Centro - Extremadura) que inovam, geram riqueza, emprego e fixação de população, preservam o equilibrio ambiental e valorizam a utilização dos recursos endógenos.
Em 2017, o Municipio de Idanha-a-Nova distingue cinco empresas, uma com o Prémio Forum de Inovação Rural e quatro menções honrosas, destacando jovens e mulheres empreendedores. As empresas vencedoras beneficiam de prémios monetários, espaço para desenvolver a sua actividade, apoio de consultoria estratégica e coaching em liderança e comunicação.

3 de julho de 2017

Sounds from web

Festival Internacional de Música Marvão

"CANTO AMMONIA"

ALGARVE

Em Tavira - 15 de Agosto de 2017


avespt.com


28 de junho de 2017

O canto do Canário Descontinuo - Canário Cantor Español

ACCED Alboraya







Estamos numa fase do canto, donde os jovens canários começam a dar os seus primeiros passos, os mais adultos, nascidos em Fevereiro-Março, começam a soar melhor. 
Os mais mais atrasados, destas ninhadas, pois vão a um ritmo mas inferior. Vão ao seu ritmo.
O bonito de trabalhar nesta raça e com este sistema de trabalho já enumerado e explicado é que conseguimos dois objectivos todos os anos:
- Um canto diferente em cada temporada.
– Um canto diferente em cada grupo/ voadora.

Pode-se adicionar um terceiro objectivo, que esta implícito nos outros dois e que hoje vou falar:

UM CANTO NÃO ESTEREOTIPADO.
Todas as raças de canto estabelecidas tem-se caracterizado por ter um canto estereotipado, isto quer dizer umas notas ou gorjeios/giros determinados com a sua pronunciação fonética adequada e sobre tudo com uma determinada composição fonética. 
Por isto mesmo, muitas delas, tem feito de seu método de trabalho para a preparação dos seus jovens canários a copia, chama-se emprego de canários adultos chamados canários "maestros" adultos ou gravações destes na sua melhor época ou pior ainda, gravações informáticas com o repertório dos distintos gorjeios/giros. 
O sistema de trabalho é simples , criar canários com boas faculdades para cantar e para copiar. Por ultimo assegurar-nos que tenham sempre disponível a copia e para isto pois lo idóneo e as gravações do canto todas as horas do dia. Com este método de trabalho esta claro que o canto do canário vai ser parecido se não igual ao que nós o colocamos na copia ou gravação. 
Desta copia o canário creia ou copia sua canção. 
Trabalhar assim, por outro lado totalmente respeitável, não vou ser eu quem diga o contrário, implica como sempre umas vantagens e os contras. 
Estamos apostando por dar-lhe todo o valor ao factor meio ambiental, preparando os canários com o canto que queremos que copiem. Estamos sem duvida estereotipando o canto. 
Cada ano, vamos a obter uns resultados parecidos, se não iguais, e um canto em conclusão semelhante com poucas variações. 
O objectivo é emitir umas determinadas notas ou gorjeios/giros, com uma estrutura fonética delimitada e quando melhor seja a reprodução desta, melhor será o resultado.
Se tem como objectivo um canto estereotipado.
A vantagem a meu entender, que temos os que trabalhamos com esta raça é que não queremos um canto estereotipado. 
Essa é a conclusão mais grande e importante.
Queremos que cada ano, cada ninhada, cante de maneira diferente e que nos surpreenda cada ano com coisas boas e também más, que de tudo há. 
Para isso estamos a apostar por reduzir ao mínimo o factor da copia, evitando-a em todo o possível, chamam-se pais-padres, gravações ou outros pássaros de canto.
Apostando pela capacidade genética que tem os canários desta raça de emitir determinados sons que por ultimo formam uma canção e um canto meritório, com uma musicalidade própria do talento de cada individuo o grupo.
Os giros/gorjeios ou notas da nossa ficha, são realmente importantes e que dão potencialidade ao canto que queremos obter nos nossos canários, são basicamente dois:
Adornos lentos e Adornos compostos. Ambos são gorjeios/giros de composição fonética ilimitada e de máx . Pontuação 19 pontos
O qual é completamente lógico, com o que queremos deste canário. 
Um canto não estereotipado, que temporada atrás temporada nos surpreenda, não só de ano em ano, senão de grupo em grupo cada ano.
Seguindo a analise da ficha. 
Observa-se que há outra secção de gorjeios/giros de transição e outro de gorjeios/giros de agua. 
Com uma pontuação máx. de 4 pontos.
Desta maneira estamos primando a emissão de notas ou gorjeios/giros de composição fonética ilimitada frente aos de composição fonética limitada, chamam-se gorjeios/giros de agua e transição, muito mais fácil , habituais e pouco meritórios.
Noutras secções da ficha de julgamento, qualificam-se em base as particularidades do exemplar ao cantar, isto quer dizer as suas faculdades, voz, dicção, musicalidade/complexidade e por último a variedade que possa ter este exemplar no seu canto.
Na zona das faltas, encontram-se as rascadas, estridências, nasalidades, excessiva prolongamento dos gorjeios/giros e precipitação. Aqui logicamente tenta-se penalizar todos os sons que soam mal ao ouvido .
A presença de gorjeios/giros ou notas de emissão continua, será penalizada e o dito canário não será pontuado como pertencente a esta raça.
É uma ficha de acordo com o que procura, ao que nos gosta.
Em resumo: 
Canário de grande voz, dicção, musicalidade, lentidão e que se baseia na sua canção em gorjeios/giros de composição fonética ilimitada, chame-se adornos e adornos compostos emitidos de maneira descontinua desterrando e penalizando os giros contínuos dos nossos canários.
Resumindo mas todavia:
Um canto não estereotipado que ano atrás ano que nos surpreenda de grupo em grupo

Estraca